Sarampo: quem precisa se vacinar.

O Sarampo é uma doença grave, causada por vírus, que pode causar sequelas e levar à morte. É muito contagioso e transmitido pelo ar (tosse, fala, espirro). Não há remédio para tratar o sarampo. A maneira mais eficaz de evitar o sarampo é pela vacina. Mas quem precisa se vacinar?

Entre os anos de 2000 e 2017, a vacinação contra o sarampo resultou em uma queda de 80% no número de mortes por sarampo, evitando cerca de 21,1 milhões de mortes.

Neste ano, 2019, depois de 20 anos, o Brasil voltou a ter casos de Sarampo. E a doença está avançando pelos estados e já causou mortes.

Recentemente, o Ministério da Saúde atualizou as orientações sobre quem deve se vacinar contra o Sarampo:

TODAS as crianças de 6 a 11 meses de idade devem ser vacinadas.

É uma dose extra, chamada de “dose zero”. Uma medida emergencial devido aos novos casos de sarampo. Mesmo assim o calendário vacinal deverá ser respeitado. A primeira dose aos 12 meses (1 ano de vida) e a segunda dose aos 15 meses.

A orientação para os adultos é essa:

Se você tem entre 1 e 29 anos e recebeu apenas uma dose, recomenda-se completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina. Quem tem na sua carteirinha de vacinação duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente. 

“Mas eu não tenho ideia se tomei ou não a vacina”. Quem não tomou nenhuma dose ou não sabe se tomou as doses necessárias da vacina do Sarampo deve se vacinar dessa maneira: quem tem entre 1 e 29 anos deve tomar duas doses. Quem tem entre 30 e 49 anos precisa de apenas 1 dose.

Quem tem mais de 49 anos não precisa tomar a vacina.

Gestantes não devem tomar a vacina.

A vacina é feita com vírus vivo atenuado. Por isso, em pessoas que têm a imunidade diminuída, a vacina é contraindicada. Isso vale para a gravidez e pessoas imunodeprimidas. É muito importante que a mulher que pretende engravidar confira seu calendário vacinal e mantenha as vacinas em dia. Isso irá proteger a gestante e o bebê.

Quem já teve o sarampo fica imune e portanto, não precisa se vacinar.

Profissionais da saúde e pessoas que têm contato com gestantes e bebês com menos de 6 meses de idade (que não podem tomar a vacina) devem ter o cuidado de ver se a sua vacina está em dia.

Não vacinar é um ato de egoísmo. Põe em risco outras pessoas, que não podem se proteger. Essa atitude fez o sarampo voltar. Eu já fiz minha vacina, pois respeito o próximo como espero que me respeitem. E você?

FONTE: (1) Ministério da Saúde; (2) Organização Pan Americana de Saúde.