Quais vacinas devemos fazer antes e durante a gestação?

Hoje o post é todo dedicado à prevenção. Afinal de contas, se existem doenças que podem ser evitadas através das vacinas, porque não nos prevenirmos?

A gestação é um período muito crítico, onde temos um cuidado especial com a saúde da futura mamãe e do bebêzinho. Por isso a prevenção contra algumas doenças é tão importante.

Seria ótimo que todas as gestações fossem planejadas não é mesmo? Neste caso, o planejamento faz com que estejamos mais preparados para receber uma nova vidinha. Entre muitas atitudes pre-concepcionais, a vacinação é uma etapa muito importante. Para quem deseja gestar preste atenção nas vacinas abaixo:

  • Rubéola: a vacina da rubéola é chamada de tríplice viral e protege também contra o sarampo e a caxumba. Rubéola é uma das doenças infecciosas que mais devem ser evitadas na gestação, e a vacinação é o único método eficaz para tal. Deve ser realizada pelo menos 1 mês antes da gestação (preferencialmente 3 meses). Caso ocorra gestação acidental antes dessa fase de segurança o risco de contagio para o bebê é muito pequeno.
  • HPV: vacina que deve ser realizada em toda mulher, de preferência antes do inicio da vida sexual, porém podendo ser aplicada em todas as fases da vida. Ainda não existem estudos de segurança de aplicação durante a gestação e amamentação, recomenda-se aplicar antes ou após este período. Não disponível na rede pública para maiores de 13 anos.
  • Gripe: gripe não é igual a resfriado. São doenças muito diferentes. A gripe é causada pelo vírus Influenza, que possui diversos sorotipos. É uma doença muito grave, principalmente em crianças, idosos e gestantes, podendo evoluir para complicações graves e até matar. Caso esteja pensando em engravidar é prudente tomar a dose anual da vacina. Pode e deve ser administrada sem problemas durante a gravidez.
  • Hepatite B: doença altamente prevenível com a vacinação. A vacina consiste em 3 doses, podendo ser iniciada antes ou durante a gravidez.
  • Hepatite A: também altamente prevenível com a vacinação, pode ser aplicada durante a gestação. Consiste em 2 doses. Não existe na rede pública.
  • Tétano: é imprescindível estar com a vacinação de tétano em dia durante a gestação. Podemos vacinar durante a gravidez se necessário for. Existem 3 tipos de vacina contra tétano: tríplice bacteriana (protege contra tétano, difteria e coqueluche, não deve ser administrada em gestantes), dupla bacteriana (tétano e difteria, pode ser aplicada em gestantes), DTPa (igual a tríplice bacteriana com características que a permitem administração na gestante).
  • Febre Amarela: contra-indicada na gestação. Administrar antes de engravidar caso viaje ou reside em área endêmica.

Já estou grávida, e agora? Quais vacinas devo tomar?

  • Tétano: avalie se precisa iniciar esquema completo ou apenas tomar uma dose de reforço. Caso necessite apenas de um reforço o mesmo pode ser administrado através da DTPa.
  • DTPa: vacina que protege contra tétano, difteria e coqueluche. O intuito desta vacina é realizar imunização na gestante contra a coqueluche (também conhecida como tosse comprida), e com isso, através do leite materno, transmitir essa imunidade ao recém-nascido. Realizada a partir de 27-28 sem de gestação, disponível na rede pública.
  • Gripe
  • Hepatite B e A

Até a próxima!