Estou grávida, posso viajar de avião?

Estou grávida, posso viajar de avião??? Essa é uma dúvida suuuper recorrente, e uma preocupação real!

Mas não se preocupe, desde que você seja uma gestante de baixo risco não há evidências de que as mudanças de pressão e/ou umidade do ar tenham efeitos nocivos sobre você ou seu bebê, segundo o Royal College of Obstetricians & Gynaecologists. Não há qualquer evidência também de que o voo cause abortos espontâneos, partos prematuros ou mesmo ruptura prematura da bolsa amniótica.

O momento considerado mais seguro para voar nas gestações de apenas um bebê é antes de 37 semanas e em gestações múltiplas (não complicadas) antes de 32 semanas.

Os problemas mais comuns que as mamães apresentam durante os voos são aqueles desconfortos típicos da gestação:  inchaço nas pernas, congestão nasal e sensação de pressão nos ouvidos (grávidas são mais propensas) além da piora dos enjoos.  O risco de trombose venosa (um coágulo que se forma mais comumente nas pernas e pode se deslocar causando graves complicações) aumenta de acordo com o aumento da duração do voo (acima de 4 horas de duração), por isso evite permanecer sentada por muitas horas, vista roupas confortáveis que não te apertem, beba água regulamente durante todo o voo, evite bebidas alcoólicas e aquelas que contenham cafeína, faça exercícios circulares com seus pés no próprio assento e use meia elástica indicada pelo seu médico. Riscos adicionais devem ser individualmente avaliados pelo obstetra assistente.

Não tenha medo de passar pelo scanner de segurança e nem de usar o cinto, caso precise de ajuda não tenha receio e chame a comissária!  Lembre-se sempre de checar junto à companhia aérea a necessidade de um atestado de saúde para que você não tenha surpresas ao chegar no aeroporto, pois cada uma pode ter uma política diferente quanto à idade gestacional limite para viagens.

E, nunca se esqueça de levar sua carteirinha de pré-natal, medicamentos que esteja utilizando e documentos do seu seguro/plano de saúde!!!

Boa viagem!!!

Fonte:  (1) http://www.cdc.gov/travel/pregnant.htm; (2) Viagens aéreas e gravidez: novas recomendações do Royal College of Obstetricians and Gynaecologists