Dor na mama é sinal de câncer?

Hello! Que medo! Dor na mama é sinal de câncer?

Vou descomplicar. Cerca de 70% das mulheres vão experimentar na vida algum desconforto na mama, chamamos de mastalgia.

Primeiramente, é muito importante fazer uma avaliação com seu ginecologista e prestar atenção em como essa dor apareceu. Por exemplo: a dor é em apenas uma mama ou nos dois lados? Começou de uma hora para outra junto com vermelhidão ou endurecimento do seio? Teve relação com alguma atividade física? Tem relação com seu ciclo menstrual ou início de algum medicamento?

Dessa maneira, as respostas dessas perguntas, juntamente com o exame físico feito pelo seu médico irão ajudar a saber se a dor é fisiológica (ou seja, relacionada a flutuação hormonal que nós mulheres passamos todos os meses) ou está relacionada à algum problema mais sério, como o câncer.

Se tranquilize, dor não é um sintoma comum do câncer de mama.

Entretanto, existem outros sinais e sintomas mais importantes, que devem ser observados (falamos por aqui). Após uma boa conversa com seu médico e um exame físico completo, será avaliada a necessidade de se fazer ou não um exame de imagem (como a mamografia e/ou ultrassonografia).

Mas mesmo muitas vezes não sendo necessário fazer um exame de imagem das mamas, sabemos que um resultado negativo numa mamografia ou ecografia traz alívio para a paciente. Existem estudos que demonstraram que “buscar tranquilidade” é frequentemente citado como o principal motivo da realização de exames de imagem dos seios em pacientes com mastalgia. E isso deve ser valorizado.

Assim, a mulher que tem dor na mama, foi à consulta, e no exame físico feito por sua ginecologista e no exame de imagem nada foi encontrado, tem o risco de ter câncer de mama igual ao de uma mulher que não sofre com a dor na mama.

Mas não é por isso que você precisa ficar com dor ou ainda, desaparecer do consultório do seu ginecologista e nunca mais fazer uma avaliação das mamas ok? O mais importante, é sempre se cuidar!

Até!

Fonte: Mehra Golshan, Breast Pain – UpToDate. Acesso em maio/20.

Foto da capa: Camila Rosa/VivaBem/uol.com.br