Descomplicando o Spinning Babies®.

Meninas vocês já ouviram falar em Spinning Babies®?

O Spinning Babies® vem do inglês e significa “bebês girando”. Nada mais é do que uma abordagem que visa  melhorar a relação física entre os corpos da mãe e do bebê para facilitar o parto.

Criado por Gail Tully, parteira americana com mais de 30 anos de prática, o Spinning prepara o corpo da mulher durante a gestação e parto com técnicas de exercícios simples que podem ser realizados semanalmente e/ou diariamente a partir da 24ª semana de gestação.

A prática auxilia no alinhamento uterino e na liberação da pelve envolvendo a musculatura, ligamentos e a parte óssea para que o bebê possa realizar o mecanismo de flexão e rotação (daí o termo “spinning” – girar) adequado e entrar na bacia materna, facilitando o nascimento.

O corpo da gestante foi feito para parir.

Mas as comodidades e o estilo de vida moderno, aliados ao sedentarismo tendem a enrijecer as articulações e músculos, diminuindo a mobilidade e limitando o espaço para o bebê descer.

Por outro lado, a proposta da abordagem Spinning Babies®, é que com esses movimentos especiais, seria possível restabelecer a facilidade do parto e também aliviar dores e tensões musculares ao redor da pelve feminina e do útero.

Baseado em conhecimentos de anatomia e fisiologia, consegue-se flexibilizar a pelve materna reduzindo as distócias (variedades de posicionamento do bebê), diminuindo as intervenções mais profundas no parto e a incidência de cesárias intraparto.

Educadoras perinatais certificadas Spinning Babies® podem oferecer aulas de Spinning Babies® para gestantes e casais. Doulas ou profissionais que acompanham o parto (fisioterapeutas ou enfermeiras obstetras por exemplo) também podem ajudar ensinando técnicas para uso pessoal. 

Até logo com mais assuntos descomplicados!
Beijos