Descomplicando o DIU de prata

Mulherada descomplicada, chegou a vez de falarmos um pouquinho sobre o DIU de prata, uma boa opção, assim como o de cobre, para aquelas mulheres que querem se proteger de uma gravidez indesejada mas sem ter os temíveis efeitos colaterais dos hormônios sintéticos.

Este DIU não é novo no mundo, mas é o único anticoncepcional intrauterino que combina cobre e prata, ou seja, o DIU de prata, na verdade, também contém o cobre. A combinação da prata e do cobre tem o intuito de diminuir a fragmentação do cobre no organismo (evento raro), e por isso, o medicamento promete aumentar sua eficácia e diminuir a chance de intensificar o fluxo e cólica menstruais (sintomas comuns nas usuárias do DIU de cobre). Seu formato em Y foi pensado para facilitar sua inserção e remoção, além de ser menor do que o de cobre, o que poderia gerar menos dor na hora de colocar.

Outra coisa: sua duração é de 5 anos ao invés de 10 anos como o de cobre.

Mas ATENÇÃO, ainda não há estudos comparando o DIU de cobre com o DIU de cobre e prata diretamente, assim, ainda são necessárias mais pesquisas para comprovar o que falamos ali em cima! Muita gente tem falado desses benefícios como se fossem garantidos, mas precisamos ter muita calma nessa hora!

E aí mulheres? Se interessaram? Conversem com sua ginecologista de confiança e vejam se vocês são boas candidatas ao método. Quem sabe, vocês podem contar pra gente se realmente não sentiram diferença no fluxo e notaram os outros benefícios que o DIU de prata (e cobre) promete…

Mas cuidado com os mitos! Nada de cair na conversa fiada de que mulheres que nunca tiveram filhos não podem colocar DIU nem de que ele é abortivo. Já esclarecemos isto em outro post.

Até!

Fonte:

  1. htpp://www.dkplanejamentofamiliar.com.br
  2. Milson I et al. The influence of coppersurface area on menstrual blood loss and iron status in women fitted with an IUD. Contraception. 1990;41(3):271-81
  3. http://www.eurogine.com/item/en/1201-novaplus-t-380-ag-iud-cu380+ag