12 situações em que a gestante não pode fazer atividade física

Então meninas, todas já leram sobre os benefícios da atividade física da gestação, não é mesmo? Se alguém ainda não leu, é só clicar aqui.

Acontece que nem todas as gestantes estão autorizadas a praticar exercícios na gravidez. Vamos conhecer quais casos são esses?

Veja as gestantes que devem evitar muito exercício:

  1. Presença de sangramento vaginal: se você teve algum sangramento, e ainda não conversou com seu médico sobre a causa, suspenda o treino!
  2. Você tem placenta prévia (placenta fora da localização habitual): as placentas prévias aumentam muito a chance de hemorragias na gestação;
  3. Desenvolveu pré-eclampsia (doença da pressão alta na gestação): nos casos de pré-eclampsia grave, ou de difícil controle, atividades exageradas podem prejudicar o controle da pressão;
  4. Gestante com diabete tipo 1 descompensada: além do uso da insulina, o diabete causa alterações no fluxo de sangue para o bebê.
  5. Quem tem doença cardíaca grave: a gestante com problemas cardíacos graves corre o risco de desenvolver insuficiência cardíaca devido as mudanças fisiológicas da gestação, o exercício pode ser perigoso.
  6. Nos casos de doença pulmonar grave na gestante, pode ocorrer também a descompensação da doença, como na doença cardíaca.
  7. Nas grávidas com bolsa rota (ruptura de membranas), nas quais foi decidido que deve-se adiar o parto mais um pouco, por prematuridade, a atividade física pode ser prejudicial.
  8. Quem tem incompetência istmo cervical quando há fragilidade do colo uterino e o risco de parto prematuro extremo é muito alto.
  9. Quando há crescimento fetal restrito, qualquer diminuição do fluxo de sangue para o bebê pode prejudicar o bem-estar fetal.
  10. Risco de prematuridade por qualquer motivo, deve-se evitar exerícios, pois estes além de liberar substâncias, propiciam mecanimante o desencadear do trabalho de parto.
  11. Indícios de sofrimento fetal crônico (diminuição de líquido amniótico,  crescimento restrito). De novo: nesses casos seu corpo precisa se concentrar em mandar oxigênio e nutrientes para o bebê!
  12. Gestação múltipla: quem vai ser mamãe de 2 bebês (ou mais1!) deve conversar com seu obstetra e ter autorização expressa para realizar atividade física.

A atividade física é de extrema importância para levar a gestação com tranquilidade e menos dores, mas lembre-se sempre de conversar com seu obstetra, ele é a pessoa mais indicada a te aconselhar se seu estado de saúde te permite iniciar uma atividade física.

Fontes: 1. Zugaib, Obstetrícia. 2 edição.  2. BATISTA, Daniel e costa et Al. Atividade física na gestação: saúde da gestante não atleta e crescimento fetal. Red.  Bras. Saúde mater. Infantil.  2003, vol 3, n. 2, pp. 151-1